Olá, seja bem-vindo(a)! Atendimento ao cliente: (11) 25450844
Rastrear minha compra
Meu carrinho
Carrinho Vazio

Sapata com lona do freio de mão Sprinter 311/312/313 95/11 Bosch

Data de lançamento: 23/06/2021
Disponibilidade: Imediata
LS3547
0 Opiniões

Não disponível

Enviar
Avise-me quando estiver disponível
Ficha técnica
Código LS3547
Código de barras 7890018443585
Estoque 0
Modelo SPRINTER 311/312/313 ATÉ 2011
Marca Bosch
Descrição Geral

Um freio hidráulico de tambor consiste num tambor (conhecido comumente como panela), fabricado geralmente de ferro fundido, tendo dentro dele duas sapatas semicirculares que contém as lonas fixas a elas. No passado, as lonas eram fabricadas em amianto, sendo atualmente normalmente construídas a partir de fibras sintéticas e outros agentes como latão, palha de aço, grafite, resina, dentre outros. No processo de frenagem, as lonas são empurradas pelos êmbolos do cilindro da roda contra o tambor, gerando o atrito. O tambor com o material de atrito, por sua vez, está ligado à roda e gira concomitantemente com ela. Obviamente, se o tambor diminuir sua velocidade ou mesmo parar, o mesmo acontecerá à roda.

O uso de duas sapatas proporciona melhor aproveitamento do material de atrito dentro do tambor e ainda o equilíbrio dos esforços nos apoios. As sapatas são classificadas de duas maneiras, segundo o sentido de seu uso. A sapata é chamada de primária quando o sentido de aplicação da força nela coincide com o sentido de rotação do tambor, com uma tendência de puxá-la contra o tambor. Isto consequentemente melhora o contato da lona com o tambor e aumentando o atrito (frenagem). Por seu turno, a sapata é secundária quando o sentido de aplicação da força nela é contrário ao sentido do tambor, com uma tendência de afastar-se do tambor, prejudicando o contato da lona com o tambor, reduzindo o atrito (frenagem).

Normalmente o freio a tambor é instalado em cada roda ou conjunto de rodas do veículo. Em geral, a eficiência de frenagem/travagem do sistema varia entre 15 à 30%. Quando os freios são novos e bem mantidos, a relação de frenagem é aproximadamente 60% dianteira e 40% traseira para veículos com tração traseira e 80% e 20% respectivamente nos veículos de tração dianteira.

Bosch:

Na divisão de tecnologia automóvel da Bosch, a unidade Automotive Aftermarket, com cerca de 14.000 colaboradores em todo o mundo, controla o fornecimento, a logística e a venda de peças de reposição para automóveis, equipamento de oficina, bem como produtos Bosch para reequipamento. Além disso, entre os seus serviços conta-se também o serviço de assistência técnica para produtos e sistemas para automóveis. 

Aplicações:

Sprinter 311/312/313 95/11